DEMAS: QUANDO O CHAMADO DO MUNDO É MAIS FORTE DO QUE O CHAMADO DO REINO

Demas, que se consagrou, foi um cooperador do apóstolo Paulo, certamente muito valoroso, pois em algumas cartas o próprio apóstolo cita seu nome: “Saúdam-te Epafras, meu companheiro de prisão por Cristo Jesus, Marcos, Aristarco, Demas e Lucas, meus cooperadores” Filemom 1:23,24.  Cl 4:14. Não é necessário andar com uma pessoa para conhecer sua vida, em uma única linha com poucos caracteres é possível saber como foi a vida de uma pessoa. O conteúdo registrado em 2 Timóteo 4.10, em especial a abertura do versículo falando sobre Demas, um companheiro de trabalho do apóstolo Paulo, é um desses comprovantes. Nesse texto, Paulo registrou “Porque Demas me desamparou, tendo amado o presente século, e se foi para Tessalônica…”.

De tudo que temos de escritos na Bíblia Sagrada sobre Demas, esse versículo é essencialmente conclusivo para nos fazer Demas um pouco  conhecido, assim como para nos permitir ver o que aconteceu nos passos da vida de Demas.

Demas foi alguém presente e atuante, mas infelizmente desertou do “front” de batalha pela fé.

 

1 – Demas foi um colaborador de Paulo.

Demas foi um trabalhador e ministro auxiliar de Paulo. Demas participou das campanhas evangelísticas com Paulo. Demas viu centenas e centenas de conversões e ouviu muitas mensagens do Evangelho. Demas participou da implantação e consolidação de igrejas. Demas tomou parte em algumas viagens juntamente com Paulo.

 

2 – Demas acompanhou Paulo.

 

Ele foi mais do que um simples apoiador eventual seria. Demas acompanhou Paulo. Nas saudações registradas em algumas cartas paulinas, encontramos entre o grupo de evangelizadores o nome do cooperador Demas. Ele acompanhou e esteve presente nos momentos de alguns escritos da mão de Paulo.

Fm 1:23  Saúdam-te Epafras, prisioneiro comigo, em Cristo Jesus, 24  Marcos, Aristarco, Demas e Lucas, meus cooperadores.

 

 

3 – Demas não perseverou na fé.

 

Em algum momento na vida daqueles que se dispõe a ser discípulos do Senhor Jesus virá a grande prova, para revelar o que está no coração. O coração é enganoso, engana os outros e até o seu próprio dono. Muitos são reprovados na prova final. É o momento em que o coração é revelado. As alianças são testadas, o Isaque tem que ser sacrificado. Abraão foi aprovado, entregando Isaque, Jesus foi aprovado entregando sua própria vida,  mas Demas foi reprovado retrocedendo

Demas esfriou na fé. Parou de acreditar nos seus sonhos, nos seus projetos, A mudança é lenta e progressiva. Começa com a frieza nas atividades da Igreja: Oração (você tem perdido o desejo de orar? Ou talvez suas orações estejam se tornando mecânicas, frias, sem vida?);  A Bíblia (o único momento que você tem segurado a Bíblia em suas mãos, tem sido apenas na hora da palavra domingo Ou talvez você nem mesmo esteja mais levando a Bíblia para a Igreja); – Frequência à Igreja e suas atividades (os cultos têm se tornado desinteressantes para você? Tem sido muito mais “legal” ficar em casa assistindo TV, ou sair para passear com os “amigos” no shopping? Um show na beira-mar). Vem os questionamentos, a sensação de perda de tempo. Ou o desejo de possuir coisas. Talvez tenha se questionado o que que eu estou fazendo da minha vida, já perdi tempo demais nessa igreja, preciso investir na vida, cuidar de mim.

é provável que começou a racionalizar. Quando saímos da fé vamos para a razão.

 

4 – Demas amou o mundo.

 

O termo que Paulo utiliza em referência ao sentimento de Demas pelo mundo é AGAPAO, o mesmo usado no Novo Testamento para referir-se ao amor forte que deve unir-nos a Deus. Jo 3:16

Demas não fez jus ao seu nome no original hebraico “Que se Consagrou” mas, voltando ao mundo, acabou por cumprir o termo grego de seu nome “consagrado à mãe terra”.

Paulo estando prisioneiro, com muitas lutas e agora sofre uma grande decepção.

Um cooperador, um amigo, um discípulo simplesmente vira as costas e o desampara.

 

Certamente Paulo investiu muito na vida de Demas e tinha uma grande expectativa dele continuar o trabalho que ele já não mais poderia fazer, pois estava preso e com seus dias contados.

Mas Demas amou mais a si mesmo do que a Cristo e jogou tudo fora, deixando-o para trás desamparado e na prisão.

 

5 – Demas foi para Tessalônica. Tessalônica =” vitória da falsidade”

 

 

Demas deixou para trás todas as alegrias e experiências espirituais, poderosas, vividas no Evangelho. Demas estava desertando para uma vida de conforto ao mesmo tempo em que estava se despedindo da vida de sacrifícios e privações na evangelização. O seu livre-arbítrio de decisões lhe levaram a escolhas visualmente mais promissoras e tranqüilas.

 

Demas deu um salto, mas não para o futuro com o Senhor do Evangelho pregado por Paulo. Na verdade, Demas sofreu um tombo numa queda para o passado distanciado e afastado do Senhor Jesus Cristo de quem foi um dos ministros e para Ele trabalhou a fim de anunciar a Sua Palavra de Salvação.

 

Conclusão: Assim como aquele Demas, muitos “Demas” nos nossos dias estiveram engajados no calor das campanhas evangelísticas, se empenharam dando sangue, suor e lágrimas objetivando alcançar almas para o Reino de Deus. Quando tudo lhes era festa, quando o mar estava tranqüilo, quando os ventos estavam leves como brisas, quando os bolsos, as panelas, o tanque de combustível, a geladeira, o freezer, estavam cheios e abastados. Tudo ia bem e no “sabor de mel”, mas como tudo na vida terrena, eram momentos.

 

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2015 Igreja Videira em Fortaleza/CE | Vivemos com amor.
Topo
Desenvolvido por AlissonDesign